O Enorme Sucesso de Love Live~Um Possível Novo Clássico?~

      Caros frequentadores do Boteco, essa vai ser uma postagem diferentes das de reviews. Ela irá ficar inclusa em uma categoria diferente. Ou seja, essa postagem irá estrear esse novo bloco que irá focar em coisas um tanto quanto… aleatórias. Como primeiro post decidi falar sobre o enorme sucesso de Love Live no Japão. Preparei esse parágrafo para divulgar esse novo menu e para advertir vocês (leitores). Essa postagem é mais focada para a massa da otakada o fandom otaku de anime e mangá principalmente para quem acompanha e gosta da franquia de Love Live. Então não estranhem… irá ter outras postagens desse tipo também (risos). Bora então!
        Love Live! School Idol Project é um projeto multimídia elaborado e produzido por três unidades: Dengeki G’s Magazine (como o próprio nome indica, responsável pela publicação das revistas), Lantis (a gravadora musical responsável pelos singles); estúdio de animação Sunrise. A proposta teve início no ano de 2010 na edição de Agosto da revista Dengeki. Posteriormente, foram lançados CD singles, jogos ( PS Vita e Smartphone), duas adaptações para mangá e uma para light novel e, por fim, uma animação (série, OVAs e um filme). Em função desse “tiroteio”, a franquia de LL (irei me referir a Love Live no texto a partir desse jeito)fez (e ainda faz) um enorme sucesso no Japão e um êxito relativo em outros países.

      love_live____bokura_wa_ima_no_naka_de_i_by_baby_ruby-d6u6u8a Bem… Como já dito, o motivo de ter feito esse post foi por causa do sucesso de LL, no entanto, resolvi elaborar ele em função do último show das μ’s (lê-se Muses) -no estádio Tokyo Dome– que, simbolicamente, marcou o fim do grupo. O sucesso de LL foi algo tão visível que, até mesmo, quem não assistiu, jogou ou leu algo relacionado à franquia já escutou o nome “Love Live” ser pronunciado nas redes sociais e fóruns ou chegou a ver imagens aleatórias pela internet. Outros possíveis contatos com LL podem ter sido dados pelos inúmeros cosplays em eventos específicos para otakus e, inclusive, pelas músicas (através de algum amigo ou algo do tipo).

        Nas ruas do Japão, principalmente em Akihabara, 19gnu47qeidd9jpgcartazes divulgando coisas relacionadas a LL é algo muito presente por lá. Desde propagandas em lojas de árcade game, até caixas de pizza, refrigerantes e outros produtos alimentícios. Com isso, começamos a entender um pouco o motivo dessa explosão de fãs.

d031e90fbb94852b822a5a8f30b0c5a01408326423_full

Essa grande divulgação de LL para tudo quanto é lado contribuiu para seu enorme sucesso. Contudo, essa enorme quantidade de propagandas não foi o único motivo responsável pelo crescimento de LL. Há outros fatores (provavelmente, bem mais relevantes) por trás disso.

           A franquia de LL foi algo um tanto quanto inteligente. Ela cercou diferentes áreas de mídia (por isso, projeto multimídia): animação, musical, leitura e plataformas de jogos. Inicialmente, LL deu-se pelas edições da revista Dengeki onde divulgava fan arts oficias das personagens, biografias das mesmas e das seiyuus (dubladoras), tirinhas, notícias de eventos, prêmios, enfim, tudo isso serviu como base para a divulgação. Logo em seguida, teve a divulgação dos primeiros singles acompanhados de MVs (music vídeos) protagonizados pelas próprias personagens. Em ordem crescente de data: Bokura no Live Kimi to no Life, Snow Halation, Natsu-iro Egao, Mo Gyutto e Wonderful Rush. Após essa “preparação de terreno” ocorreu e estreia tão esperada do anime. O anime foi a principal “bomba” para o sucesso de LL. Assim como todo o resto, o anime foi algo puramente comercial. Uma “obra” com a placa de neon ativada escrito em seu letreiro: “Isto aqui é só para vender”. Mas porque estou dizendo isso? Bem… irei responder isso agora.

025

      Provavelmente, com um pouco da personalidade de cada uma das personagens divulgada pela Dengeki, já foi criando expectativas no fandom pré-existente de LL. E, após os primeiros episódios serem lançados, possivelmente, aquilo deixou os olhos dos fãs brilhantes, o que serviu de base para a criação dos nove fandons para cada uma delas. O “tripé” de LL (Dengeki, Lantis e Sunrise) atingiu seu objetivo. Basicamente, o anime de LL é: garotas fofas que viram idols escolares para evitar que a sua escola, fazendo coisas fofas no decorrer dos episódios, proporcionando momentos “emocionantes” que caem no agrado dos telespectadores. Ou seja, garotas fofas fazendo coisas fofas. A fofura, o moe, atualmente, é algo muito presente em animes, mangás, dramas, filmes, tanto que chegou ao ponto de se criar uma “cultura do moe”. Embora isso desagrade alguns otakus, em contrapartida, isso agrada uma grande parcela dos otakus japoneses. Além do moe, outra coisa que atraiu os fãs foi o fato de as personagens… serem idols e, quem sabe, estudantes colegiais. Essa foi a segunda “bomba” para LL explodir (altos trocadilhos).

        A presença de personagens idol não foi algo colocado ali simplesmente pelo fato de uma parcela dos otakus, gostarem disso. Existe um motivo por trás disso e ele é… o boom do AKB48, um dos grupos de idols japonesas que mais fazem sucesso, atualmente. A direção por trás de LL foi bem inteligente nisso. Aproveitou o grande sucesso do AKB48 e o ressurgir das idols japonesas após o segundo boom para fazer um anime sobre idols combinado com moe. Bem… mas espera! Por qual razão os outros animes desse tipo não tiveram um sucesso gigantesco como o de LL já que são de épocas próximas? A resposta se encontra acima: AKB48.  O enorme sucesso de AKB, em 2009, foi algo que proporcionou isso, preparou terreno para isso. Provavelmente, esse foi o fator que proporcionou que LL se sobre pusesse sobre os outros.

LoveLiveSeiyuu_zpsc3aknrbkAlém disso, LL explorou muito bem a imagem das seiyuus, investindo em shows com uma produção aceitável e, principalmente, na imagem delas. A carreira delas também teve um grande up. Programas de variedades e rádio foram criados para divulgar a imagem delas. A participação máxima delas, deu-se no Kouhaku Uta Gassen de 2015 (programa de Ano Novo, na qual, os grupos musicais que mais fizeram sucesso naquele ano, se apresentam).

     LL-AKIBA-FIAlém disso, outro fator que contribuiu para a expansão de LL foram os jogos, principalmente o para Smartphone, Love Live! School Idol Festival (mais conhecido como SIF). Um jogo onde você -além de jogar as músicas (como Guitar Hero ou Osu!)- pode colecionar cartas das suas personagens favoritas. Temos aí, outra forma de lucro. Após SIF ter ultrapassado as barreiras oceânicas e chegado no ocidente oficialmente, bem provável, isso ajudou na divulgação de LL e criou um fandom ocidental bem forte. Love Live é como se fosse uma metralhadora eu atira para todos os lados. Anotem a fórmula para não esquecer: moe + idol² x divulgação em massa = muito dinheiro (risos).

    Love-Live-School-Idol-Project-Eiichiro-Oda-One-Piece-WSJ-37-38-Anúncio LL acabou virando febre no Japão. Lojas de jogos, cartazes nas ruas, produtos alimentícios, lojas de música, panfletos de companhias aéreas, tudo o que você pode imaginar, tinha a presença de LL. Em função disso, um grande número de itens de cosplays e figures foram produzidos e vendidos em massa. O tripé de LL chegou a fazer muitas parcerias comerciais, por exemplo, a SEGA, a Pizza Hut e, por incrível que pareça, até com um templo! O que gerou certo reboliço entre os fãs de LL e de One Piece, após uma declaração do mangaká da revista semanal Shounen Jump.

            Além disso, LL teve vendas muito positivas em seus DVDs e BDs do anime chegando a virar um hit de vendas. Seu filme também foi um sucesso de bilheteria chegando a contabilizar quase três bilhões de ienes (algo, mais ou menos, em torno de vinte milhões de dólares) que chegou a passar filmes com nomes renomados (no Japão, principalmente): Madoka, Ghost in The Shell e Mad Max. O filme também chegou a estrear em outros países.  Se não bastava uma grande presença na indústria de anime, LL teve um grande destaque nos resultados contabilizados pela Oricon (responsável por ver as vendas musicais nipônicas) com alguns de seus singles, principalmente com o seu último, Moment Ring. Ademais, LL gerou lucro para terceiros também, como um salão de cabeleireiro, em Shibuya, especializado em deixar o cabelo de seus clientes parecido com o das personagens.

      ll-0 A franquia de LL não só teve uma alarmante presença na indústria de anime e derivados, como teve, digamos, um certo… “impacto social” em alguns de seus fãs. No Twitter, um japonês ameaçou dizendo que iria matar os fãs de LL e a desculpa (uma delas, que mais me chamou a atenção) que ele deu para isso foi:  os fãs de LL são/ficaram antissociais. De fato, LL proporcionou isso para muitos de seus fãs, fazendo alguns deles gastarem metade de seus salários no SIF. Além disso, em uma escola japonesa, um professor até se “irritou” com as respostas de seus alunos em uma prova que perguntava o que eles fizeram nas férias, pois nelas, constava algo envolvendo LL. Além disso, uma coisa que achei bem engraçada foi que a SEGA construiu um altar com as personagens em um árcade game para os fãs louvarem elas. Acompanhando de seu monstruoso sucesso, situações como essas são previsíveis e, até preocupantes, em dados casos.

        a3df8df3bc69f2ca5a5ae28f148131421441767536_fullBem… a franquia de Love Live é algo fortemente presente no Japão e, mesmo com o fim do anime e do último show das μ’s, ainda persiste. E persiste tanto que os seus criadores irão apostar em outro grupo para continuar a franchising, o Aqours. Esse novo grupo está seguindo o mesmo ritmo do primeiro: divulgação na Dengeki, singles lançados e, divulgação do anime que irá estrear nessa temporada de verão, o LL Sunshine.  Em meio a esse enorme sucesso, eu arrisco em dizer que Love Live irá se tornar um clássico, futuramente.

Esse texto ficou maior do que eu esperava (risos). Espero que tenham gostado!

9
E não podia faltar minha doce Umi (risos)

 

Anúncios

4 comentários em “O Enorme Sucesso de Love Live~Um Possível Novo Clássico?~

  1. Pingback: Boteco Do Viciado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s